unilever
Nós usamos cookies - os cookies nos informam quais partes dos nossos sites você visitou, nos ajudam a medir a eficácia dos anúncios e pesquisas na web, bem como nos fornecem informações sobre o comportamento do usuário, para que possamos melhorar nossas comunicações e produtos. Saiba mais sobre isso no Aviso de Cookies

Empreendendo e Aprendendo

Conteúdos sobre como administrar e desenvolver bem a sua empresa. Treinamentos, dicas de gestão, notícias sobre o mundo digital e muito mais!

3 estratégias para entender os hábitos de consumo dos seus clientes

Para acertar nas campanhas e vender mais, é preciso conhecer bem para quem você oferta. Entenda como saber os hábitos de consumo dos clientes pode fazer da sua marca mais poderosa.

Para ser atingido, o sucesso nas campanhas de produtos ou serviços depende de inúmeras variáveis, e uma delas é o estudo sobre os hábitos de consumo dos clientes.

Porém, nem todo empreendedor sabe exatamente o que esse termo implica e, por conta dessa falta de conhecimento, muitas vezes é difícil aplicar as estratégias que geralmente estão conectadas ao assunto.

Entretanto, estudar e entender os hábitos de consumo de seus clientes é muito útil e pode, inclusive, salvar negócios que se encontram em situações delicadas.

Se você ainda se sente um pouco perdido ou confuso na hora de saber sobre o que o seu cliente prioriza ao confirmar uma compra, fique tranquilo! Neste artigo, vamos falar mais sobre o conceito e dar algumas dicas práticas para que você possa testá-las dentro do seu negócio.

O que são hábitos de consumo dos clientes?

Um conceito que engloba o resultado do estudo sobre como os consumidores se comportam no dia a dia e como isso pode influenciar suas decisões de compra – essa é a definição básica sobre o termo “hábitos de consumo do cliente”. Vale dizer, ainda, que esse estudo mencionado costuma envolver fatores como condições financeiras, idade e regiões demográficas.

Para descobrir como o seu público-alvo se comporta, é preciso, então, mirar em pesquisas ou questionários realizados pelos próprios empreendedores ou negócios.  Já com os resultados em mãos, um empreendedor pode entender melhor sobre os desejos e as dores de seus clientes, assim como destrinchar outras informações consideradas igualmente importantes.

Os resultados também podem auxiliar na criação da chamada persona, ou seja, o perfil do cliente ideal de uma determinada marca, estratégia de marketing essencial para o empreendedor conseguir pensar da maneira que o cliente pensaria.

Como a pandemia de Covid-19 afetou os hábitos de consumo das pessoas

É minimamente esperado que uma pandemia global afete os hábitos de consumo da população em geral. Afinal, o mercado atual enfrentou e enfrenta uma realidade completamente diferente, e precisa se adaptar a esse novo cenário.

Ainda sobre isso, devemos compreender que um dos fatores que sofreu grandes mudanças após a explosão da Covid-19 foi o estilo de compras. Compras online já tinham um bom mercado antes da pandemia, mas se tornaram a única opção de muita gente durante o momento de isolamento social causado pelo coronavírus. Como consequência, negócios que nunca haviam trabalhado com essa alternativa aprenderam a se reinventar e investiram com tudo no segmento digital.

Dessa forma, mercados e lojas de conveniência que adotaram as vendas online, por exemplo, acabaram obtendo mais sucesso. E muitas pessoas, ao perceberem que podem comprar itens como o Guardanapo Scott Grand Hotel Família diretamente do conforto de suas casas, passaram a aderir somente a este estilo de compra.

A partir do momento que quase tudo começou a ser vendido e comprado online, então, a presença digital das marcas passou a ser um tema muito discutido no último ano. Levando isso em consideração, um tópico de expansão nas pesquisas de hábitos de consumo dos clientes foi a variável de regiões geográficas, pois os negócios estavam aptos a atender clientes de todo o Brasil.

Outras variáveis, como profissão e classe social, também podem ter sofrido alterações, pois muitas pessoas começaram a empreender, obtiveram sucesso e, assim, cresceram no aspecto financeiro e profissional. Por outro lado, também tivemos um grande número de desempregados em território brasileiro, principalmente considerando aquelas que não possuíam estrutura e oportunidades para empreender.

De uma forma geral, os resultados das pesquisas e dos questionários de hábitos de consumo dos clientes mudaram drasticamente porque o cenário de compras e vendas também mudou.

Por que entender os hábitos de consumo de seus clientes pode ser útil para o seu negócio

Os hábitos de consumo de seus clientes podem ser de extrema importância no momento em que um negócio fideliza um ou mais compradores. Isso acontece porque, com os resultados em mãos, um empreendedor pode entender perfeitamente o que o cliente deseja, e como ele se comporta em outras áreas da sua vida.

Por exemplo, compreender o motivo que faz um cliente preferir a Esponja Multiuso Scotch-Brite Prateada a outro produto ou outra marca pode ser uma estratégia que irá ajudar na criação de uma campanha de divulgação significativa para ele.

3 estratégias para entender os hábitos de consumo dos seus clientes (especialmente após a pandemia)

Diante de um novo cenário, empreendedores foram obrigados a explorar novos territórios com seus negócios, e se depararam com hábitos de consumo inéditos. Mas, ao usar as dicas a seguir, entendê-los e aplicá-los aos seus empreendimentos não será uma tarefa difícil.

1 – Entenda o que se passa no mercado e o que é importante para o seu público-alvo

O mercado pós-pandemia também mudou, e é importante ficar atento àquilo que os clientes procuram e valorizam atualmente. Ou seja, sempre estude com cuidado os resultados da variável “personalidade” nas pesquisas de hábitos de consumo.

Exemplo: a cada dia que passa, mais clientes se importam com a origem dos produtos que consomem. Sendo assim, se seus clientes defendem a causa cruelty free (sem testagem em animais), é interessante abastecer seu estoque com produtos como o Shampoo Dove Poder das Plantas Força + Bambu, que é de uma marca que leva o selo Cruelty Free da PETA (People for the Ethical Treatment of Animals).

2 – Saiba adaptar o estilo do seu negócio para as tendências da vez

Mais do que nunca, a presença digital de um negócio se faz necessária, e um bom empreendedor sabe que deve investir em peso nisso. Por outro lado, o empreendedor que não está nas redes sociais e não procura saber em que os seus clientes se interessam, possivelmente vai sofrer com a concorrência.

Portanto, combine uma presença digital mais próxima de seus clientes, sempre abrindo espaço para que eles sejam ouvidos. Ofereça, assim, os produtos mais populares e que mais interessam ao seu público-alvo.

Se o seu público-alvo é formado por adolescentes, pode ser interessante divulgar produtos escolares que são febre entre eles, como a Canetinha Hidrográfica Faber-Castell Estojo com 12 Cores.

3 – Além da pandemia da Covid-19, procure entender o que mais influencia os desejos de compra e hábitos de consumo de seus clientes

Hábitos de consumo podem diferenciar conforme a região analisada, e isso deve ser levado em consideração também.

Por exemplo, moradores de regiões mais quentes podem consumir sorvetes com mais frequência do que moradores de outras regiões do Brasil. Com esse estudo, um empreendedor pode perceber que determinada área do país é boa para a divulgação de um produto como o Sorvete Kibon Eskibon Mini Bombom Gelato Clássico. Anotou nossa lista de dicas? Pronto! Agora você tem o que precisa para compreender e tirar vantagem dos hábitos de consumo de seus clientes.


Veja também