unilever
Nós usamos cookies - os cookies nos informam quais partes dos nossos sites você visitou, nos ajudam a medir a eficácia dos anúncios e pesquisas na web, bem como nos fornecem informações sobre o comportamento do usuário, para que possamos melhorar nossas comunicações e produtos. Saiba mais sobre isso no Aviso de Cookies

Notícias e negócios

Informações sobre as medidas lançadas pelo Governo e pelas entidades públicas para preservar o emprego, a renda e apoiar as empresas.

Brasileiro pretende gastar 13º salário com compras e pagamento de dívidas

Mesmo com a crise econômica gerada pela pandemia do coronavírus, os brasileiros já estão fazendo planos para o 13º salário. O chamado abono natalino deveria ter a primeira parcela paga pelo empregador até a segunda-feira, dia 30 de novembro. O segundo pagamento deve ser quitado até 20 de dezembro.

Segundo levantamento da CNDL (Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas) e da Offer Wise Pesquisas, o principal destino do pagamento será a compra de presentes de Natal. Em segundo, aparece o desejo de poupar.

O gerente-executivo da CNDL Daniel Sakamoto diz que o uso do 13º para compras de final de ano não é novidade, mas que o uso da grana para reserva, sim. “Em 2019, 24% dos brasileiros pretendiam poupar o 13º. Em 2020, passou para 30%. É um reflexo da preocupação com a crise econômica e com o desemprego.”

A pesquisa mostrou, ainda, que o índice de pessoas que usarão o abono para pagar contas passou de 14,7% para 20,7%. O aumento, por sua vez, é indicativo de maior comprometimento da renda da população.

A educadora financeira Cíntia Senna, da DSOP, diz que o primeiro passo é avaliar a realidade financeira. “Avalie se já tem recursos guardados. Se não houver, use o 13º para a constituição desse caixa, para que haja recurso de fácil acesso para qualquer necessidade futura, seja em dezembro, seja no início do ano.”

A especialista diz que, ao considerar o uso do abono para o pagamento de dívidas, é preciso dar prioridade àquelas que trarão mais prejuízo ao trabalhador caso não sejam quitadas. “Olhe as dívidas em que há bens em garantia, como imóvel ou carro. Em caso de não pagamento ou atraso superior a três meses, pode haver a apreensão do bem.”

No caso de dívida de cartão de crédito e cheque especial, a educadora defende que, mesmo com as taxas mais altas, há a possibilidade de flexibilizar a negociação quando o consumidor está negativado. “Nessa época, há os feirões de negociação, são muitas opções de desconto de 70%, 80% do saldo devedor. Caso seja possível eliminar a dívida de uma vez, é sempre essa a orientação, sem fazer novos acordos.”

Cíntia recomenda fazer uma lista com todos os gastos e receitas, desde notas fiscais de compras até extratos da fatura do cartão de crédito e do holerite. “O objetivo principal do 13º deveria ser para o que foge do gasto mensal: meus sonhos e planos de curto a longo prazo.”

13º salário | Gastos dos brasileiros

– Mesmo com a crise econômica gerada pela pandemia, o 13º salário dos brasileiros terá entre os principais destinos a compra de presentes

A pesquisa foi feita com consumidores das 27 capitais brasileiras, homens e mulheres, de todas as classes econômicas e que pretendem comprar presentes para o Natal

Entre os que recebem o 13º salário:

– 32% pretendem comprar presentes de Natal (especialmente as classes A/B)

– 30% pretendem economizar, poupar ou investir

– 21% vão pagar gastar nas comemorações de Natal ou Ano-Novo (com destaque para classes A/B)

– 21% pretendem pagar contas básicas do dia a dia (principalmente mulheres e classes C/D/E)

Despesas de início de ano

– Na comparação entre 2019 e 2020 aumentou de 6% para 13,6% o percentual dos que vão usar o abono de Natal para pagar impostos e tributos de início de ano (como IPTU e IPVA)

Renda extra

– No total, 54% pretendem fazer algum bico para aumentar a sua renda e poder comprar mais presentes e/ou presentes melhores

Como funciona o pagamento do 13º salário

Para trabalhadores:

– A primeira parcela deve ser paga até o dia 30 de novembro e o trabalhador recebe o equivalente à metade do último salário, sem descontos de impostos nem de contribuições

– A segunda parcela deve ser liberada pelo empregador até o dia 20 de dezembro

– Nesse pagamento há desconto do Imposto de Renda (se for acima do limite de isenção), INSS e pensão alimentícia (se houver) sobre o valor inteiro do 13º

Quem teve redução de jornada:

– Quem trabalhou o ano todo na mesma empresa, mesmo com redução de jornada, receberá um salário inteiro a mais

Quem ficou com o contrato suspenso:

– Nesses casos, o 13º é calculado apenas sobre os meses trabalhados em 2020

– Entram nessa conta só os meses em que foram trabalhados mais de 15 dias

Quem foi contratado ao longo de 2020:

– Receberá um 13º proporcional ao número de meses trabalhados

Para aposentados do INSS:

– Com a pandemia, o governo antecipou as duas parcelas do 13º salário de aposentados e pensionistas do INSS para o primeiro semestre

– Muitos já precisaram usar o dinheiro para pagar contas básicas, por exemplo e se preparam para passar o Natal sem o dinheiro extra

Fonte: Agência Brasil. Publicada em 29/11/20, às 23h15, por Laísa Dall’Agnol.

https://agora.folha.uol.com.br/grana/2020/11/brasileiro-pretende-gastar-13o-salario-com-compras-e-pagamento-de-dividas.shtml?origin=folha


Veja também