unilever
Nós usamos cookies - os cookies nos informam quais partes dos nossos sites você visitou, nos ajudam a medir a eficácia dos anúncios e pesquisas na web, bem como nos fornecem informações sobre o comportamento do usuário, para que possamos melhorar nossas comunicações e produtos. Saiba mais sobre isso no Aviso de Cookies

Empreendendo e Aprendendo

Conteúdos sobre como administrar e desenvolver bem a sua empresa. Treinamentos, dicas de gestão, notícias sobre o mundo digital e muito mais!

Clubhouse: o que é e por que empreendedores participam da rede social?

Recém-lançada nos últimos meses, a mais nova rede social Clubhouse tem ganhado cada vez mais empreendedores como usuários assíduos da plataforma. O aplicativo é focado no compartilhamento em tempo real em conversas por áudio. As pessoas se dividem em salas, com moderadores, palestrantes e espectadores, para conversas sobre os mais variados assuntos. Para falar, é só levantar a mão e fazer sua pergunta ou comentário. Não há curtidas, vídeos, textos ou compartilhamento de imagens, o Clubhouse é baseado em falar e ouvir.

A democratização do espaço de fala e a troca de conhecimento com especialistas são pontos fortes que têm atraído os empreendedores e investidores para o Clubhouse. No Brasil, nomes como Flávio Augusto (Wise-up) e Camila Farani (Shark Talk), por exemplo, frequentemente participam das salas de conversa. Internacionalmente, Mark Zuckerberg (Facebook) e Elon Musk (Tesla), ambos listados pela Forbes como homens mais ricos do mundo, já integraram salas de reuniões no Clubhouse.

Networking, experiências e conhecimento são algumas das vantagens da nova rede social, de acordo com o analista de relacionamento com o Cliente do Sebrae, Ivan Tonet. “Lançado durante a pandemia, a rede social Clubhouse encurtou distâncias e traz a possibilidade do contato entre empreendedores, que só se encontrariam em grandes eventos, nacionais ou internacionais. Isso é incrível! O aplicativo também funciona muito bem para construir relacionamentos, levantar contatos e expandir seus negócios. Outra tendência, que é super válida para os micro e pequenos negócios, está no compartilhamento de experiências. Eu já vi, por exemplo, um empreendedor falando sobre tecnologias de vendas digitais que tem funcionado para sua empresa. A pessoa que está ali na sala só como ouvinte já está aprendendo, por meio dos erros e dos acertos do colega”, afirma Tonet.

O analista destaca ainda a participação do Sebrae no Clubhouse, como apoiador do desenvolvimento do empreendedorismo. “Temos um corpo técnico de colaboradores bastante ativo na rede. Criamos salas para falar sobre marketing, e-commerce, investimentos, entre outros assuntos. O mais bacana do Clubhouse é reunir pessoas com objetivos em comum, para trocar experiências. O Sebrae está presente por lá, fomentando a importância do desenvolvimento de negócios inovadores e criativos”, declara Ivan Tonet.

A especialista em comunicação, Lucy de Cacche, tem uma empresa de marketing e é usuária assídua do Clubhouse. Desde que entrou na rede social, Lucy diz que tem conquistado resultados poderosos: “Cresci, percentualmente, em uma semana o que não cresci em anos. O poder de relacionamento no Clubhouse é surpreendente”. Lucy enumera as conquistas feitas em apenas oito dias de uso. “Tripliquei minha rede de contatos quentes e potenciais. Estou conhecendo profissionais incríveis e tendo um feedback muito bom sobre meu trabalho. Fechei três novos projetos de comunicação e fiz três parcerias com empreendedores que conheci nas salas. Outro ponto alto é o número de seguidores que têm aumentado, tanto no Instagram como no Clubhouse. A plataforma te deixa muito à vontade para exercitar o relacionamento com uma infinidade de pessoas”, afirma.

Por enquanto, o Clubhouse está disponível apenas para o sistema IOS, sendo necessário baixar e ter um convite para acessar a rede. Todos que entram ganham três convites para compartilhar com colegas. As salas comportam até 5 mil participantes. “Sebrae tem um club na Clubhouse. Para fazer parte e saber tudo que acontece nas salas, é só buscar por Sebrae, na ferramenta de busca, selecionar Clubs e clicar em follow”, orienta Tonet.

Fonte: Agência Sebrae de Notícias. Publicado em 09/03/2021, às 08h00.

http://www.agenciasebrae.com.br/sites/asn/uf/NA/clubhouse-o-que-e-e-por-que-empreendedores-participam-da-rede-social,62c14c8bcd618710VgnVCM100000d701210aRCRD


Veja também