Empreendendo e Aprendendo

Conteúdos sobre como administrar e desenvolver bem a sua empresa. Treinamentos, dicas de gestão, notícias sobre o mundo digital e muito mais!

Como pequenos empresários podem lucrar durante e após a pandemia

A pandemia do novo coronavírus atingiu em cheio as pequenas empresas. Alguns sofrem com a queda de faturamento, outros não resistiram e fecharam as portas permanentemente. Mas aqueles que sobreviverem à crise e talvez até conseguirem crescer no período encontrarão novas oportunidades. Em artigo para a Forbes, o empreendedor Eric Brotman elencou alguns pontos que podem ser aproveitados pelos pequenos empresários neste novo cenário.

Novos talentos

Com a crise, muitas pessoas talentosas podem ficar desempregadas, o que significa que os negócios que continuarem contratando terão a oportunidade de escolher ótimos candidatos. O empreendedor destaca que aqueles que continuarem contratando terão a vantagem de poder trazer esses novos talentos a um custo mais baixo. Isso porque o emprego segue o princípio básico de oferta e demanda: com mais pessoas sem trabalho do que vagas, salários e remunerações podem cair.

A distância deixa de ser um problema

Ao abrir vagas de trabalho remoto, a empresa não precisa mais ficar limitada a uma certa distância na escolha de candidatos: é possível contratar os melhores talentos, independentemente da localização.

Brotman conta que isso foi algo que aprendeu com sua própria empresa: em seus cerca de 20 anos de experiência, nunca havia considerado funcionários em home office uma opção. Mas, como sempre quis os melhores dos melhores, quando sua melhor escolha para diretor de marketing se mudou para um local distante, ele resolveu dar uma chance para essa modalidade.

A experiência de ver aquele funcionário prosperar mesmo em um espaço virtual fez com que o empreendedor não entrasse em pânico quando seu escritório foi fechado devido às orientações de distanciamento social. O empreendedor tinha 21 funcionários trabalhando de casa, em três estados diferentes. Mesmo após a reabertura, sua empresa terá uma política de trabalho em casa mais flexível para todos os funcionários.

O e-commerce é rei

O mundo ficou sem contato e as lojas físicas têm sido fortemente atingidas. Por isso, o empreendedor destaca que empresas que puderem entregar seus produtos e serviços virtualmente terão mais sucesso. Nesse novo cenário, para se manter relevante, será preciso encontrar maneiras de reduzir o contato, seja por meio da introdução de opções de pagamento digital, seja oferecendo o serviço de retirada na calçada.

A lição

Barton afirma: essa é a triste realidade. Muitos negócios não vão reabrir. Além disso, restaurantes, empresas de marketing, salões de beleza e setores que dependem de clientes pessoais podem não se recuperar totalmente.

Contudo, o empreendedor afirma que, para aqueles que sobreviverem à tempestade Covid-19, haverá menos concorrência tanto por clientes quanto por novos talentos. Portanto, para aqueles que possuem um negócio que ainda está aberto, essa é a hora de conquistar qualquer tipo de participação de mercado que puder e trazer talentos que mudem sua empresa para melhor.

Fonte: PEGN. Publicada em 25/06/20, às 16h20.

https://revistapegn.globo.com/Administracao-de-empresas/noticia/2020/06/como-pequenos-empresarios-podem-lucrar-durante-e-apos-pandemia.html


Veja também