unilever
Nós usamos cookies - os cookies nos informam quais partes dos nossos sites você visitou, nos ajudam a medir a eficácia dos anúncios e pesquisas na web, bem como nos fornecem informações sobre o comportamento do usuário, para que possamos melhorar nossas comunicações e produtos. Saiba mais sobre isso no Aviso de Cookies

Empreendendo e Aprendendo

Conteúdos sobre como administrar e desenvolver bem a sua empresa. Treinamentos, dicas de gestão, notícias sobre o mundo digital e muito mais!

O que é marketing de produto e como aplicar o conceito na sua loja

O marketing de produto vai muito além da divulgação de itens no seu negócio: ele permite a criação de importantes conexões entre a sua marca e os seus clientes

Imagine que, após um longo período de pesquisas e planejamento, você finalmente encontrou o produto perfeito para o seu público-alvo. O item é visualmente agradável, funcional, tem bom preço e apresenta a solução para algum problema que foi descoberto ainda durante a fase de pesquisa. Tudo parece perfeito, e você está pronto para decolar no sucesso do seu negócio.

Porém, na prática, o produto acaba não performando tão bem quanto o esperado por você e pela sua equipe. Vamos dizer que, basicamente, o item vendeu muito pouco, e a maioria das unidades que você comprou ficaram encalhadas no estoque. Em resumo, seu prejuízo foi maior do que o seu lucro, mesmo com toda a pesquisa e planejamento realizados.

Você seguiu todos os passos e aplicou as estratégias para alcançar o sucesso com essa campanha. Mas, então, o que será que deu errado? A resposta pode estar na falta de investimento no chamado marketing de produto.

O que é marketing de produto?

O marketing de produto é uma estratégia que tem como objetivo a divulgação de determinado item por meio de campanhas que transmitem os valores da marca.

É por meio do marketing de produto que os clientes compreendem como um problema específico de suas vidas será solucionado após o consumo do item divulgado, ou seja, porque investir nele vale a pena. E a sua marca, é claro, precisa estar muito bem consciente de quais são essas “dores” que os seus produtos vão sanar.

Essa estratégia é fundamental para o sucesso da aplicação de uma campanha e para as vendas de um negócio, pois é nesse momento que o cliente passa a conhecer todas as suas vantagens e utilidades.

Quando uma campanha de marketing de produto é realizada corretamente, é esperado que o cliente crie importantes conexões, tanto com os itens comercializados quanto com a marca. A sensação transmitida deve ser a de que aquele objeto de desejo melhora a vida de quem o consome — e, após concluir a venda, isso precisa ser verdade, já que ninguém deve manter-se por meio de falsas promessas.

Por que o marketing de produto é importante para um negócio?

Além de auxiliar na criação da conexão entre o produto evidenciado e o cliente, o conceito também atua diretamente para expor as vantagens do consumo de um produto. Como você já deve ter percebido, o uso de uma estratégia como a do marketing de produto pode trazer outros inúmeros benefícios para o seu negócio.

Uma dessas vantagens é a de provar para os clientes que o seu negócio está acima da concorrência. Ou seja, mesmo que um produto igualzinho ao seu seja vendido por outras empresas, essa estratégia pode te ajudar a mostrar quais são os pontos positivos do seu empreendimento que vão muito além de consumir o produto em si.

O marketing de produto, por atingir diretamente os clientes, por solucionar seus problemas, e por facilitar uma conexão com a marca, pode, também, auxiliar no relacionamento entre o consumidor e a empresa.

Isso traz benefícios para o seu negócio a longo prazo, como o uso de feedbacks de clientes para o planejamento de campanhas futuras, que podem ser mais certeiras e eficientes.

Por fim, ao aplicar o marketing de produto em algo que é ofertado pelo seu negócio, você pode analisar resultados de vendas mais precisamente. Com isso,  um empreendedor tem noções mais profundas da saúde financeira da empresa e, futuramente, é capaz de planejar-se para aplicar mais estratégias de vendas, como a implementação da precificação.

Como aplicar o conceito na sua loja e melhorar os resultados das suas vendas

Quando bem planejado e bem executado, o marketing de produto pode ser muito proveitoso para um negócio: ele aumenta a quantidade de vendas e o movimento de clientes, o que reflete diretamente na melhora do fluxo de caixa de uma loja.

Entender o conceito de marketing de produto é fácil. A real complicação aparece quando um empreendedor precisa, de fato, transformar a teoria na realidade de seu negócio.

Caso você, como empreendedor, ainda não saiba exatamente como aplicar o conceito de marketing de produto na sua loja, não se desespere. Abaixo, trazemos algumas dicas e exemplos para você usar o conceito na sua loja como um profissional que já faz isso há anos!

1 – Estude o mercado e a concorrência

O seu negócio deve ser o melhor do segmento, e os seus produtos devem ser da mais alta qualidade (e, como dissemos anteriormente, é essencial que isso seja verdade).

Um estudo de mercado e de concorrência pode apontar maneiras de divulgação e promover um produto como o Cream Cheese Philadelphia de modo que mostre aos clientes porque a compra deste produto em seu negócio pode agregar mais do que a compra nos concorrentes.

Seguindo esse exemplo, se você vende esse cream cheese, pode aproveitar para sanar dúvidas dos seus clientes, dar dicas de receitas com esse ingrediente e informar sobre as vantagens nutricionais de incluir esse alimento na dieta. Esse pacote de detalhes enriquece a experiência de venda e torna o processo de compra mais fluido, natural e, por que não, saboroso?

Pesquise sobre as marcas que disputam com o seu negócio, mostre o que você tem como diferencial e veja as vendas aumentarem.

2 – Calcule quanto pode ser gasto

Um orçamento detalhado pode salvar um negócio de entrar no vermelho. Na hora de fazer o seu orçamento com ênfase em marketing de produto para a Geléia de Vaselina Vasenol, pense em perguntas como ‘quanto posso gastar sem prejudicar meu negócio nessa campanha?’ e ‘quanto espero lucrar com essa divulgação e o que pode ser feito para alcançar esse valor?’.

Isso inclui refletir sobre investimento em design, vídeos, sessões de fotos, anúncios pagos nas redes sociais e o próprio PDV (ponto de venda).

Mas lembre-se de que, não importa o quão atrativa seja uma campanha ou uma estratégia de venda: não vale a pena colocar seu negócio no vermelho propositalmente. Planeje o que você consegue fazer, com base no que você já tem.

3 – Reforce o posicionamento e os valores de sua marca

Talvez esse seja o fator que mais tenha chances de garantir o sucesso nas vendas da sua loja. Pois, para um produto vender, é necessário que os clientes criem uma conexão com a marca.

Tenha clareza de quais são os posicionamentos e valores da sua marca e encontre maneiras de demonstrá-los em peças de divulgação e com o marketing de produto.

Exemplo, ao oferecer o Lava Roupas Sanitizante em Pó Brilhante Cuidado Total, explique os valores e posicionamentos que seu negócio assume ao estocar um produto como esse. Isso pode ser importante para muitos clientes.

4 – Capriche no design e nas plataformas de divulgação

Como você deseja que o seu público veja o seu produto? É essa a pergunta que você precisa responder no seu brainstorm com o time de marketing. É por meio de elementos visuais, vídeos, fotos profissionais e muito bom gosto que a sua campanha pode decolar.

Outro fator essencial é estar antenado ao que bomba nas redes sociais, e utilizar isso a seu favor conforme os valores da sua marca e do seu público. Se o seu público é formado por jovens de 20 a 25 anos, busque pelas plataformas nas quais eles mais consomem conteúdos, e entenda por meio de quais gatilhos você pode trabalhar: TikTok? Memes? Instagram stories?

Agora o pacote está completo, e você já sabe mais o suficiente sobre o marketing de produto e como aplicá-lo. Que tal começar a colocar o conceito em prática?


Veja também