unilever
Nós usamos cookies - os cookies nos informam quais partes dos nossos sites você visitou, nos ajudam a medir a eficácia dos anúncios e pesquisas na web, bem como nos fornecem informações sobre o comportamento do usuário, para que possamos melhorar nossas comunicações e produtos. Saiba mais sobre isso no Aviso de Cookies

Empreendendo e Aprendendo

Conteúdos sobre como administrar e desenvolver bem a sua empresa. Treinamentos, dicas de gestão, notícias sobre o mundo digital e muito mais!

Mercados de bairro ganham destaque na pandemia

Com a pandemia do novo coronavírus, a tendência é que o varejo de vizinhança se consolide.

De acordo com uma pesquisa realizada pela Kantar Worldpanel, os mercados de bairro já representam 40% das vendas em alimentação, higiene e beleza. Não é a toa que gigantes do setor, como Carrefour e Pão de Açúcar, têm investido cada vez mais nesse segmento, com mix voltado para necessidades dia a dia do consumidor.

Agora, a pandemia do Covid-19 intensificou essa tendência. Afinal de contas, para evitar aglomerações e passar o menor tempo possível fora de casa, as pessoas preferem, muitas vezes, fazer compras no armazém perto de casa.

Mas como preparar esses estabelecimentos para a pandemia?

Limpeza

No meio de uma crise sanitária como a da pandemia do novo coronavírus, a limpeza do PDV passa a ter tanto impacto sobre a decisão de compra do consumidor quanto os produtos e os preços.

Ao sair de casa, o cliente está colocando a própria saúde em risco, assim como a dos colaboradores dos mercadinhos de bairro. Portanto, é responsabilidade do empresário garantir a segurança e a saúde de todos com um ambiente limpo e higienizado conforme as recomendações da OMS.

Alguns cuidados básicos devem ser adicionados à rotina de limpeza. Superfícies como balcões, maçanetas, caixas e gôndolas devem ser higienizados com os produtos adequados várias vezes ao dia. Já os carrinhos e cestos de compras devem ser limpos a cada novo uso, de preferência próximo do cliente, para que ele se sinta mais seguro.

As embalagens dos produtos também precisam ser higienizadas sempre que forem manuseadas: ao dar entrada no estoque, ao serem postas nas gôndolas, e ao final de cada dia.

Gestão de estoque

Para não deixar seus clientes na mão durante a quarentena, é importante manter um controle rigoroso do estoque. Por terem uma estrutura pequena, muitos mercadinhos de bairro acabam relaxando nesse aspecto, mas é hora de levar o serviço para o próximo nível!

A pandemia prejudicou o abastecimento de algumas mercadorias e para evitar rupturas no estoque alguns estabelecimentos optaram por limitar o volume de compras desses itens chave. Essa pode ser uma boa opção, mas para fazer esse controle é preciso saber quais são os produtos mais buscados pelo público e que correm o risco de desaparecer.

Outro importante pilar do controle de estoque é a parceria com um fornecedor de confiança.

Mix de produtos

Esse é um bom momento de repensar seu mix de produtos. Os mercadinhos de bairro costumam trabalhar com itens de necessidade mais básica para o dia a dia como alimentação, higiene, limpeza e utilidades domésticas. Com isso, o fluxo dessas mercadorias deve ser garantido, principalmente no setor alimentício.

Fonte: www.falamart.com.br


Veja também