unilever
Nós usamos cookies - os cookies nos informam quais partes dos nossos sites você visitou, nos ajudam a medir a eficácia dos anúncios e pesquisas na web, bem como nos fornecem informações sobre o comportamento do usuário, para que possamos melhorar nossas comunicações e produtos. Saiba mais sobre isso no Aviso de Cookies

Loja Perfeita

Tenha as melhores estratégias de execução, conheça mais sobre os diferenciais dos produtos e alavanque as vendas do seu negócio.

6 maneiras de realizar a prevenção de perdas na sua loja ou supermercado

Ética e planejamento são as palavras-chave para prevenir perdas na sua empresa

Não dá para dourar a pílula: a prevenção de perdas em lojas e supermercados é um assunto muito delicado, e exige preparo e conhecimento. Quando estamos diante de situações como suspeitas ou confirmações de furtos, danos às mercadorias e outros problemas que envolvem pessoas e o dinheiro da sua empresa, é preciso angariar o máximo de informações possíveis para lidar com cada caso de maneira correta.

A perda de estoque é uma das principais causas no déficit financeiro de um negócio. Imagine que você comprou 100 unidades de pão da marca Wickbold para a sua mercearia, mas nota a falta de 20 itens deste produto que não foram catalogados no fluxo de caixa. Para evitar esse tipo de dor de cabeça, esteja em dia com a segurança do trabalho, logística,  gestão de pessoas e gestão financeira da sua empresa.

Outro exemplo ainda pior quando o assunto é prevenção de perdas pode ser encontrado nas crescentes notícias envolvendo supermercados e lojas nos mais diversos tipos de escândalos de racismo, violência e preconceito. E o que todo bom empreendedor deve sempre estar atento é em treinar a sua equipe para ser exemplo de empatia e respeito acima de qualquer coisa.

O que é prevenção de perdas?

A prevenção de perdas pode ser compreendida como o conjunto de medidas aplicado para evitar que as mercadorias de um negócio sofram qualquer tipo de danos e, assim, minimizar e erradicar a perda de dinheiro.

Os resultados da Pesquisa ABRAPPE de Perdas no Varejo Brasileiro de 2019 apontaram que as principais causas de perdas de mercadorias são fatores como:

  • Quebra operacional: defeitos que ocorrem com as mercadorias oferecidas por um negócio. Se uma loja conta com uma mercadoria como bombons diversos em seu estoque, e essa mercadoria apresentar algum defeito, como ter sua caixa rasgada, por exemplo, ela pode não ser vendida. Isso significa a perda de dinheiro no caixa da empresa;

  • Furto externo: realizado por pessoas que visitam o PDV de uma loja (os estabelecimentos físicos), sejam elas clientes ou não. Se o Sabonete em Barra Rexona Antibacterial Limpeza Profunda está exposto nas prateleiras de um negócio e é furtado, o lucro que a loja obteria com este item é perdido. Contar com segurança local e tecnológica são algumas estratégias de prevenção de perdas em supermercados e lojas no geral.

  • Fornecedores: as perdas por fornecedores ocorrem quando, por exemplo, um determinado produto vem com algum defeito irreversível, como palavras escritas de maneira errada no rótulo, ou embalagem violada no trânsito para a entrega. A prevenção de perdas também abrange estratégias para lidar com este tipo de perda.

Com um plano de prevenção de perdas de mercadorias de um negócio, situações como as citadas acima podem ser contornadas e evitadas.

Por que a prevenção de perdas é importante para um negócio?

Acabar com o desperdício é o objetivo principal de um bom controle de prevenção de perdas, mas a sua aplicação traz inúmeros outros benefícios.

Sem planos ou estratégias de prevenção de perdas, um negócio pode acabar com as chances de negociações ou vendas devido à situação irreversível de uma mercadoria.

Imagine que uma empresa pretenda vender 50 unidades do Detergente Cafuné Multiuso em Pó sem Fragrância para um pequeno negócio local, de modo que o primeiro atue como fornecedor. A negociação corre bem, mas ao verificar as mercadorias a serem entregues, o dono da mercearia percebe que apenas 30 dessas unidades estavam, de fato, em bom estado.

A prevenção de perdas já teria tomado conhecimento desse problema logo na entrega dos itens, além de implementar atitudes previamente planejadas na cartilha de ações de seu negócio contra perdas e danos. Esse tipo de organização evita qualquer tipo de prejuízo financeiro, uma vez que prevê soluções para problemas comuns, como produtos vencidos ou furtos internos.

Como realizar a prevenção de perdas em seu negócio?

A prevenção de perdas pode ser aplicada a um negócio por meio de um plano inteiramente feito para esse propósito, seguindo os valores e missão da marca, ou por meio de estratégias individuais.

Independentemente da forma escolhida por um empreendedor para o seu negócio, listamos alguns passos para auxiliar na criação de um bom plano de prevenção de perdas.

1 – Identifique a origem das perdas

O primeiro a ser feito é identificar qual fator origina as perdas de um negócio.

Se o Detergente em Pó ALA Flor de Cerejeira e Lavanda está com alguma avaria, qual foi a origem dela? Terá sido o transporte do fornecedor, ou quebra operacional da sua própria equipe de funcionários?

Se um estoque deveria conter 20 unidades de Amaciante Diluído Fofo Chamego Azul, mas apenas 10 são identificadas, foi furto interno ou externo?

2 – Escolha um plano de ação

Cada negócio tem um perfil e necessidades diferentes, portanto, cada planejamento e estratégia deve ser inteiramente personalizado para aquilo que o empreendedor deseja alcançar.

Pensando na prevenção de perdas de seus produtos, reflita sobre o que funcionaria melhor? Instalação de câmeras, ou um inventário de estoque?

O plano de ação sempre depende dos valores da marca, orçamento de investimento de tecnologia para câmeras e sistemas operacionais, acesso a treinamento contínuo da equipe de colaboradores e objetivos da empresa.

3 – Monitore o movimento de mercadorias

Tenha o registro de todas as movimentações que ocorrem com as mercadorias:

  • Qual foi a data do pedido de determinado produto para o seu fornecedor?
  • O prazo de entrega foi respeitado?
  • Qual foi a data, horário e local de entrega?
  • Quem foi a equipe designada a receber a mercadoria?
  • No ato da entrega, a sua equipe checou se todos os produtos estavam de acordo? Essa análise foi realizada e compartilhada no sistema geral da empresa?

E não se esqueça de sempre revisar o seu planejamento e o sistema de monitoramento que utiliza na sua empresa, pois pequenos erros podem acontecer e causar problemas futuros.

4 – Mantenha-se atento ao estoque e à exposição de produtos

Os produtos em um estoque devem ser sempre verificados, especialmente quanto às datas de vencimento, já que também podem se transformar em perdas.

Além disso, é importante fiscalizar a disposição das mercadorias em loja, pois elas podem resultar em quebras operacionais e poluição visual. Um bom investimento em visual merchandising é tão importante quanto todos os outros elementos de uma venda.

5 – Monte uma equipe confiável

Profissionais qualificados e de confiança podem ser sinônimo de prevenção de perdas. Uma maneira de engajar a sua equipe na prevenção de perdas é com a realização de treinamentos frequentes, uma vez que tal ação pode ajudar funcionários a se especializarem no assunto.

Fornecedores também fazem parte de uma equipe profissional: escolha-os com cuidado e certifique-se de sua reputação antes de fechar negócio.

6 – Pense sobre o transporte de mercadorias

Converse com os fornecedores e a transportadora para que um acordo seja feito quanto ao caminho feito para o transporte de mercadorias.

De nada adianta ter cuidado e confiança em fornecedores, mas concordar com rotas que passam por lugares perigosos, de difícil acesso,ou percursos turbulentos para o transporte de mercadorias.

A seleção de funcionários que faz a diferença

Mas e quando o buraco é mais embaixo e envolve a moral dos seus próprios funcionários? Casos de colaboradores de supermercados e lojas que atuam de forma violenta e preconceituosa têm crescido, e a justificativa é sempre a mesma: “evitar perdas a todo o custo”.

Mas não é assim que as coisas funcionam. É preciso ter respeito, empatia e contratar pessoas que compartilham de pensamentos não preconceituosos no seu time. Além de focar em valores morais universais na hora da contratação, é importante manter a gestão de pessoas da sua empresa alinhada e sempre atenta a qualquer comportamento nocivo.

Apostar em câmeras e sistemas de segurança também podem ser estratégias aliadas na hora de monitorar como os seus funcionários agiram em casos específicos quando há a palavra dele em jogo.

Esse tema pra lá de profundo é sempre essencial nas reuniões e treinamentos da sua equipe. Esteja em dia com os seus valores e missão como empresa, e não deixe de criar a sua própria cartilha de ações para eventuais situações de perdas e danos. Assim, o seu planejamento e ética podem fazer toda diferença.


Veja também