unilever
Nós usamos cookies - os cookies nos informam quais partes dos nossos sites você visitou, nos ajudam a medir a eficácia dos anúncios e pesquisas na web, bem como nos fornecem informações sobre o comportamento do usuário, para que possamos melhorar nossas comunicações e produtos. Saiba mais sobre isso no Aviso de Cookies

Empreendendo e Aprendendo

Conteúdos sobre como administrar e desenvolver bem a sua empresa. Treinamentos, dicas de gestão, notícias sobre o mundo digital e muito mais!

O que é e como calcular o estoque de segurança da sua loja

Estar sempre preparado para as vendas é um dos pré requisitos para o sucesso do seu negócio

Uma boa gestão do estoque de um negócio é essencial para que a empresa obtenha lucro por meio de suas vendas. Porém, nem todos os empreendedores sabem ao certo como aplicar estratégias proveitosas o bastante para demonstrar a melhor performance nesse sentido. O estoque de segurança é uma dessas medidas que, apesar de ainda não tão conhecida por muitos donos de empresas, pode fazer maravilhas para elas.

Caso você, empreendedor, ainda não saiba o que é um estoque de segurança, para que ele serve e como calculá-lo de maneira correta, não se preocupe! Reunimos todas as informações mais importantes sobre o assunto, capazes de te ajudar a aplicar essa estratégia no seu negócio.

O que é estoque de segurança?

O estoque de segurança, também conhecido como estoque mínimo, por definição, representa a quantidade extra de um determinado produto em seu estoque. Assim, ele acaba funcionando como uma garantia de que nenhum cliente que procure pelo produto em seu negócio fique sem o desejado item em questão.

Vamos imaginar um exemplo para que essa estratégia fique mais clara e, desde já, você entenda a importância da presença do estoque de segurança em um negócio.

Suponhamos que, por meio de pesquisas e análises de vendas de meses anteriores, você tenha notado um crescimento na venda de um item como o Biscoito Trakinas Morango. No primeiro mês analisado, o produto vendeu 10 unidades. Já no segundo, 20 unidades foram vendidas. E, no último mês, os resultados totalizaram 30 vendas.

Existe uma tendência de crescimento e aumento de popularidade no item analisado, e o seu negócio precisa reagir a esse fato de alguma forma. Você precisa se preparar para a possibilidade de mais um aumento nas vendas, e é aí que o estoque de segurança entra em jogo.

Ao aplicar essa estratégia na sua loja, você aumenta o número de itens do produto em seu estoque por precaução, evitando que, caso as vendas disparem, nenhum cliente fique sem a possibilidade de comprá-lo.

Qual é a importância do estoque de segurança para um negócio?

A principal e maior função de um estoque de segurança, como já mencionamos, é evitar que um negócio tenha prejuízo por não realizar uma venda por falta de produtos disponíveis.

Mas um estoque de segurança também pode fazer com que a empresa evite gastos desnecessários, ao ter de fazer negociações de última hora com fornecedores para repor determinados itens do estoque. As transações emergenciais são feitas com pressa e, por isso, podem ter um preço elevado e não permitir um acordo ou descontos para redução de preços.

Além disso, um negócio que sempre tem os itens mais procurados pelo público e que atende seus desejos pode fazer com que a satisfação dos clientes também cresça. A credibilidade da empresa tende a aumentar e, assim, a marca cresce, pois ocorre a divulgação boca-a-boca por meio de indicações feitas pelos clientes para seus círculos sociais.

Por fim, um estoque de segurança pode, ainda, trazer uma melhoria para a visão empreendedora de uma equipe profissional, já que os funcionários da empresa passam a enxergar o crescimento nas vendas e na margem de lucro como algo tangível. Com isso, surgem ideias para uma gestão e uma organização ainda melhores, já que é possível observar, também, um cuidado com a qualidade do estoque naquele momento.

Como calcular o estoque de segurança da sua loja?

O cálculo para preparar seu estoque de segurança provém de uma equação matemática bem simples, mas exige que o empreendedor esteja atento a outros fatores externos.

Veja abaixo tudo o que você precisa saber para fazer o cálculo de um estoque de segurança para o seu negócio de maneira correta e eficaz!

Fórmula para cálculo do estoque de segurança

Apesar de o cálculo do estoque de segurança ser bem simples, algumas variáveis podem fazer com que um empreendedor considere alguns fatores a mais, como a validade de um produto.

A fórmula para o cálculo é: ES = MV x T, sendo:

  • ES representa o resultado, ou seja, o estoque de segurança;
  • MV representa a média de vendas diárias;
  • T representa o tempo de entrega de um produto.

Para aplicar a fórmula em um exemplo concreto, vamos realizar o cálculo com um produto como o Sabonete em Barra Lux Botanicals Capim Limão & Frangipani.

Suponha que você venda 25 unidades do produto por dia (ou seja, essa é a média de vendas diárias). Ao realizar um novo pedido para o seu fornecedor, ele demora 2 dias para fazer a entrega (esse já é o valor do tempo de entrega do produto).

Apenas com essas duas informações, já é possível realizar o cálculo do estoque de segurança. Observe:

  • ES = 25 x 2
  • ES = 50

Ou seja, seu estoque de segurança deve ser constituído por 50 unidades do produto citado anteriormente.

A demanda

Existem produtos sazonais, que vendem mais durante certas épocas do ano, e isso é mais uma variável que pode influenciar diretamente a quantidade de itens do seu estoque de segurança.

Portanto, um bom empreendedor deve sempre estar atento a essa possível mudança, e incluir qualquer variação em seus cálculos, uma vez que um produto possa precisar de mais unidades em épocas de pico de vendas.

A entrega

Alguns fornecedores realizam entregas mais rapidamente do que outros, e isso também é um fator que deve ser considerado durante a realização do cálculo do estoque de segurança. Há, ainda, fornecedores que variam seu tempo de entrega, e é preciso que o empreendedor se atente a esses números ao fazer o cálculo do estoque de segurança de seu negócio.

O nível de procura

 Finalmente, o nível de procura e desejo por um produto também deve ser considerado no momento do cálculo do estoque de segurança da sua empresa.

Ou seja, de nada adianta gastar sua verba e investir em produtos que não possuem uma saída tão grande quanto outros. É de extrema importância que um empreendedor entenda bem sobre as vendas de seu negócio, e tenha uma clara visão sobre quais produtos são mais procurados ou campeões de vendas (uma vez que é neles que ele precisa investir para colocar o estoque de segurança em prática).

Nada de perder vendas por falta de itens daqui para a frente, combinado? Esteja com o seu checklist da sua loja em dia, e tenha sempre um estoque de segurança em seu negócio e, consequentemente, sempre sucesso nas vendas.


Veja também